Segunda-feira, 8 de Setembro de 2008

Sócrates não pode guiar-se pelos relatórios da REFER

          Somos três jovens e tomámos a iniciativa de ir ao local da tragédia na linha do Tua e ver como foi possível acontecer a desgraça. Percorremos a linha desde Brunheda até onde se encontra a automotora e, para nosso espanto, deparamos com parafusos soltos, travessas podres que conseguimos com as nossas mãos retirar, espaços entre os carris com aberturas de 15 cm. Não foi necessário tirar um curso de inspectores da REFER para podermos ver que algo estava mal. Que Sócrates, que tem uma costela transmontana, venha ao local o mais rápido possível para entender do que estamos a falar. Não se guie por relatórios falsos, conforme nos tem habituado a REFER.

 

Rita Manuela, Paula Silva e Margarida Rodrigues

 

Artigo retirado do J.N.

 

 

publicado por SINDICATO VERMELHO às 15:44
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O BOBO QUE TEIMA EM APARE...

. Nixon queria retirar Alle...

. Parecer sobre barragem "é...

. Alastra a pobreza em Port...

. Movimento Popular de Dese...

. MUROS DO NOSSO DESCONTENT...

. Posição do PCTP/MRPP sobr...

. JANTAR CONVÍVIO PELA REVO...

. Neoliberais

. Será que todos os juízes ...

.arquivos

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Maio 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.LIGAÇÕES

blogs SAPO

.subscrever feeds