Quinta-feira, 2 de Outubro de 2008

Vêm-nos ao bolso e ainda temos de agradecer

          A arte do uso da palavra é maravilhosa, e os seus cultores mais criativos são capazes de jogos surpreendentes. Esta semana tivemos um exemplo de como há gente capaz de vender peixe podre jurando tratar-se de linguado ainda aos saltos na canastra: refiro-me ao anúncio feito pela Câmara Municipal de Lisboa - ou pela EMEL, é como quiserem... - de criação de milhares de novos lugares de estacionamento na cidade. É maravilhoso! É sublime! É bom demais para ser verdade... É mentira. A EMEL - ou a Câmara, tanto faz... - não vai criar os lugares que anunciou. Esses espaços já existiam, só que não eram pagos. O que a EMEL fez foi enfiar lá um parquímetro e obrigar-nos a despejar um saco de moedas. Como é que alguém pode querer convencer-nos de que espetar um caça-níqueis na calçada é igual a criar um novo estacionamento? E como é que há quem caia nisso?

 

Gonçalo Pereira

Editor Executivo do Jornal 24 horas

 

Artigo retirado do jornal "Global" de 19 de Setembro de 2008

publicado por SINDICATO VERMELHO às 14:59
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O BOBO QUE TEIMA EM APARE...

. Nixon queria retirar Alle...

. Parecer sobre barragem "é...

. Alastra a pobreza em Port...

. Movimento Popular de Dese...

. MUROS DO NOSSO DESCONTENT...

. Posição do PCTP/MRPP sobr...

. JANTAR CONVÍVIO PELA REVO...

. Neoliberais

. Será que todos os juízes ...

.arquivos

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Maio 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.LIGAÇÕES

blogs SAPO

.subscrever feeds