Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008

Hans Blix denuncia fraudes

Para que não se esqueça, cá vai parte de uma notícia retirada do Jornal de Notícias de 23 de Abril de 2003:

 

 

          Numa entrevista difundida pela rádio da BBC, o chefe dos inspectores do desarmamento da ONU, Hans Blix, denunciou a falsificação de documentos para justificar a guerra no Iraque.

          "Foi perturbador verificar que uma parte importante dos documentos em que Washington e Londres se basearam para construir os seus "dossiers" (da luta contra o Iraque) era pouco sólida", disse Hans Blix na entrevista, que deverá ser difundida na íntegra, sábado, pela cadeia de televisão BBC2.

          "Há exemplos flagrantes", relatou Blix. "Ouvimos falar de um contrato entre o Iraque e o Níger para a importação de 500 toneladas de urânio. No entanto, quando a AIEA (Agência Internacional de Energia Atómica) conseguiu obter o contrato, não foi muito difícil descobrir que era falso, que tinha simplesmente sido falsificado". "É muito, muito perturbador. Quem o falsificou? Não é inquietanteverificar que os serviços de informação (norte-americanos e britânicos), que deveriam ter todos os meios técnicos à sua disposição, não descobriram que se tratava de um documento falso?", questionou.

 

 

 

publicado por SINDICATO VERMELHO às 13:46
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Setembro de 2008

Regalias escandalosas dos senhores juízes

          O S.T. de Justiça reivindica aumentos de vencimentos para juízes, magistrados e outros operadores da Justiça. Neste país de reformas de miséria e desigualdades escandalosas, os senhores juízes são dos que estão melhor a nível de vencimentos e regalias várias. Marinho Pinto confirmou o que sabíamos: 95% das reformas mais elevadas são, precisamente, dos senhores juízes. Mas, então que é isto? Que país é este que, em parte, quer fazer depender a realização da justiça de regalias escandalosas que ofendem milhões de portugueses? E o que me choca é o senhor presidente da República apoiar estas reivindicações, ele que anda pelo país e conhece a miséria deste pobre e injustiçado povo. Não se sentirá, nesta matéria, também ele um privilegiado? E a Igreja não terá nada a dizer? D. Januário diz que "faltam vozes na Igreja em Portugal na questão dos direitos humanos".

          Alguém ouve os nossos bispos denunciar energicamente as grandes injustiças e desigualdades sociais? Quem? Quando?

 

Joaquim Gomes

(Jornal de Notícias de 20-09-2008)

publicado por SINDICATO VERMELHO às 12:17
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Setembro de 2008

A situação política no Nepal depois da vitória do Partido Comunista do Nepal (Maoísta)

          No passado dia 28 de Maio, a Assembleia Constituinte do Nepal, saída das eleições gerais realizadas em Abril, nas quais o Partido Comunista do Nepal (Maoísta) obteve a maioria simples dos votos (37%), decidiu por esmagadora maioria decretar o fim da monarquia e instaurar um regime político republicano, tendo dado um prazo de 15 dias para o ex-monarca abandonar o palácio real. A situação no país é actualmente muito tensa, já que "a aliança de sete partidos" (ASP), na qual predominam o Congresso Nacional (16% nas eleições) e o Partido Comunista do Nepal - UML (17% dos votos), procura neste momento dificultar a formação de um governo de coligação dirigido pelo PCN(M) e com uma base parlamentar maioritária, o que faz através da apresentação de condições inaceitáveis por parte deste último. Em causa está também a atribuição do cargo de Presidente da República, com aqueles dois partidos a reivindicarem o lugar para si, o que é liminarmente rejeitado pelo PCN(M), que exige que o cargo lhe seja atribuído.

          A estratégia definida pelo PCN(M) de se integrar no processo político democrático e eleitoral, na sequência da sua luta armada de dez anos, em que assumiu o controlo político de vastas regiões do país, e dos grandes movimentos de massas de Abril de 2006, os quais ditaram o afastamento do rei dos orgãos do governo e a constituição de uma assembleia e de um governo interino, com a participação do PCN(M) e com a missão de preparar as eleições constituintes, agora realizadas, a estratégia do PCN(M), dizíamos, materializou-se até agora num importante êxito político , difícil de digerir pelas forças do imperialismo internacional, que sempre apoiaram política e militarmente a monarquia nepalesa e que ainda hoje qualificam o PCN(M) como "organização terrorista". Pesem embora as reservas expressas em artigo anterior do "Luta Popular" sobre alguns pontos dos acordos estabelecidos entre o PCN(M) e a "aliança dos sete partidos" (ver LP de Maio de 2007), a verdade é que os acontecimentos actuais no Nepal se revestem de uma importância histórica notável. A situação é complexa, pois os partidos que integram a ASP podem bloquear no parlamento a constituição do novo governo dirigido pelo PCN(M) e a atribuição a este do cargo de Presidente da República. Os próximos dias ou semanas serão decisivos sobre este assunto. Outra questão diz respeito ao programa que será aplicado pelo PCN(M), caso este venha a formar governo.

 

LUTA POPULAR (Maio/Junho de 2008), Orgão Central do Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP)

         

publicado por SINDICATO VERMELHO às 16:30
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Setembro de 2008

Sítios Oficiais

          Para que figurem na nossa lista de links, precisamos dos endereços oficiais dos partidos políticos abaixo indicados. Agradecemos a quem nos transmitir a informação pretendida.

                 - Frente Sandinista de Libertação Nacional

                 - Fata (Fateh)

                 - Partido dos Trabalhadores do Curdistão (P.K.K.)

 

Enviar informação para:

                 sindicatovermelho@sapo.pt

 

publicado por SINDICATO VERMELHO às 15:52
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Setembro de 2008

Entregar a chave ao bandido...

          No passado dia 9 de Maio, António Costa, presidente da CML, entregou a Durão Barroso as chaves da cidade de Lisboa, assim «honrando o europeu, o português e o lisboeta». A cerimónia ocorreu exactamente no dia em que Cavaco Silva assinava o tratado de traição - o chamado «Tratado de Lisboa»...

          António Costa, em «nome dos lisboetas» (imagine-se!) entregou a chave da capital - porventura achada por Durão Barroso, que pelos vistos a perdeu quando fugiu cobardemente da barca governamental em 2004, deixando o país em estado lastimoso - exactamente no dia em que culminava mais uma traição ao povo português: a ratificação, sem referendo democrático, de um tratado feito nas suas costas e contra si dirigido.

          Durão Barroso, o tal da Comissão Europeia, afirmou no agradecimento que, hoje, Portugal está no «centro do mundo» (nós diremos que está no «centro» da subserviência ao grande capital) e que o mesmo «será uma porta de entrada e saída para o resto do mundo» (nós diremos que é uma «porta de entrada» para cada vez maiores importações de mais produtos de primeira necessidade, e de saída para os nossos melhores quadros - sem hipóteses de singrarem profissionalmente por cá)...

          Para a classe dominante, portanto, este 9 de Maio da Europa do capital foi muito bem assinalado. Esperemos agora que os trabalhadores deste país, e os lisboetas em particular, arranquem as chaves a este senhor um dia destes, porque de inquilinos deste tipo está o inferno cheio. E, nesse dia, imponham também a sua vontade, rasgando sem cerimónias todos os tratados de traição que nos têm vindo a ser impostos.

 

LUTA POPULAR (Maio/Junho de 2008), Orgão Central do Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP)

publicado por SINDICATO VERMELHO às 11:53
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 9 de Setembro de 2008

O desplante do senhor Mexia!

          O senhor António Mexia é um «gestor de sucesso», como é sabido. De tanto ou tão pouco sucesso que há umas semanas  foi alvo de aumento salarial de 118 por cento!!!

          Sucede que nesta empresa de serviço público os trabalhadores viram os seus salários somente aumentados em 1,8 por cento...

          Portanto, como se pode constatar, a administração da EDP, presidida pelo tal Mexia, está repleta de «preocupações sociais»... De tal maneira que, quando interpelado pelos jornalistas sobre o facto, Mexia respondeu: «Sobre o aumento de 118 por cento? Não me queixo...»

          O sr. Mexia sonhará, estamos seguros, chegar um dia destes aos calcanhares de um tal Christian Streiff, director-geral da «Peugeot», que recentemente a si mesmo atribuiu um aumento remuneratório de 616 por cento (este foi, em França, o maior aumento registado entre as 40 maiores empresas cotadas na Bolsa em 2007)!!!

          E refira-se, já agora, que o gestor Streiff acabou por ser felicitado pelo ministro do Trabalho do governo francês, por ter conseguido pôr fim à semana das 35 horas numa das empresas do seu grupo, sem que os trabalhadores da mesma passassem sequer a auferir maior salário...

          Com tais exemplos, ambicioso como é, desbocado e cheio de desplante, é claro que o sr. Mexia, um dia destes, corre contudo o risco de lhe fazerem uma espera a preceito...

 

Luta Popular (Maio/Junho de 2008), Orgão Central do Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP)

      

publicado por SINDICATO VERMELHO às 12:17
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 8 de Setembro de 2008

Sócrates não pode guiar-se pelos relatórios da REFER

          Somos três jovens e tomámos a iniciativa de ir ao local da tragédia na linha do Tua e ver como foi possível acontecer a desgraça. Percorremos a linha desde Brunheda até onde se encontra a automotora e, para nosso espanto, deparamos com parafusos soltos, travessas podres que conseguimos com as nossas mãos retirar, espaços entre os carris com aberturas de 15 cm. Não foi necessário tirar um curso de inspectores da REFER para podermos ver que algo estava mal. Que Sócrates, que tem uma costela transmontana, venha ao local o mais rápido possível para entender do que estamos a falar. Não se guie por relatórios falsos, conforme nos tem habituado a REFER.

 

Rita Manuela, Paula Silva e Margarida Rodrigues

 

Artigo retirado do J.N.

 

 

publicado por SINDICATO VERMELHO às 15:44
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Setembro de 2008

Avante! abre com ópera, resiste à lei e prepara o próximo congresso

          A Festa do Avante!, que começará a 5 de Setembro, na Quinta da Atalaia, no Seixal, promete voltar a acentuar uma forte componente de voluntariado, que a torna única no país. O evento, que acolhe anualmente milhares de visitantes, atinge este ano a 32.ª edição com um programa transversal que abrange vários públicos.

          "Estou convencido de que esta festa, com estas características, só nós é que a podemos fazer pela componente de trabalho voluntário", realçou, ao JN, Rúben de Carvalho, do Comité Central do PCP, explicando que milhares de pessoas estão envolvidas na montagem de pavilhões, palcos e outras estruturas.

          Sem saber contabilizar custos ou receitas, Rúben de Carvalho reconhece que as verbas provenientes da Festa do Avante! constituem "um contributo importante para o trabalho do partido, mas não são a única fonte de financiamento". A este propósito, num texto sobre a Festa, o PCP critica a lei dos partidos e do seu financiamento, referindo que são "leis cirurgicamente apontadas para o PCP". Segundo o partido, são leis que visam acabar com o Avante!.

          Servindo de lançamento para o 18.º congresso do PCP, que se realiza dois meses depois, a festa abarca música, exposições, ciência e desporto. "A transversalidade do público e também cultural reflecte-se em toda a festa seja na política, nas exposições, nos espectáculos ou até nas febras", salienta o comunista, afirmando que "o programa é excelente". Rúben de Carvalho adianta ainda que "o Código do Trabalho e a situação económica do país estarão no centro do debate político".

          Para a abertura, promete-se uma gala de ópera. Os Xutos & Pontapés terão honras de encerramento.

 

Sandra Brazinha, J.N. de 26-08.2008

publicado por SINDICATO VERMELHO às 12:21
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O BOBO QUE TEIMA EM APARE...

. Nixon queria retirar Alle...

. Parecer sobre barragem "é...

. Alastra a pobreza em Port...

. Movimento Popular de Dese...

. MUROS DO NOSSO DESCONTENT...

. Posição do PCTP/MRPP sobr...

. JANTAR CONVÍVIO PELA REVO...

. Neoliberais

. Será que todos os juízes ...

.arquivos

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Maio 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.LIGAÇÕES

blogs SAPO

.subscrever feeds